Pólis Cursos Cursos de pós-graduação, Workshops, Oficinas e mais

Central de atendimento:

11 4524 7681 - 11 94244 1286 Segunda a sexta, das 8h às 17h48
Pós-graduação

Liderança Feminina Social e Cidadã

Faça sua inscrição

Não deixe pra depois. Invista já na sua carreira!

Faça sua inscrição

Coordenador

Prof.ª Esp. Marlene Miguel Silveira Camargo

Prof.ª Esp. Marlene Miguel Silveira Camargo

Coordenadora do curso de Liderança Feminina Empresarial – MBA e Liderança Feminina Social e Cidadã e Psicologia e Serviço Social CRP: 06705/12

Mais informações

  • Objetivo

  • Disciplinas

  • Resolução

  • Justificativa

  • Contribuir para a elevação da condição de mulheres “em si” avançando para um conceito de mulheres “para si”. Apresentar e discutir as peculiaridades do universo feminino em suas diferentes dimensões. Criar condições para desenvolver o autoconhecimento, a superação de fragilidades, a valorização dos seus talentos e seus dons, o fortalecimento da sua capacidade, da autoestima e da autoconfiança

    • Liderança Feminina no contexto do terceiro milênio;
    • As mulheres diante dos desafios do Mundo do Trabalho;
    • Saúde e Bem estar para as líderes femininas;
    • Liderar Juntos: Tomar e Compartilhar o Poder;
    • Direito, Trabalho e Mulheres;
    • Nova História das Mulheres no Brasil;
    • Liderança Feminina: Gestão, Jung e Espiritualidade;
    • Mulheres e Lobos, Mitologia e Psicologia;
    • Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU;
    • Declaração e Plataforma de Ação de Pequim (ONU);
    • Seminários: Mulheres que mudaram o mundo;
    • Tópicos Emergentes em Liderança Feminina.

    Obs.: O calendário das aulas será entregue ao aluno no seu primeiro dia, com todas as datas, para melhor preparar sua agenda.

  • Os cursos de pós-graduação lato sensu apresentam-se em conformidade com a Resolução MEC – CNE/CES N° 01 de 06 de abril de 2018.

  • As mulheres passam sua vida profissional inteira adaptando-se a um ambiente criado para os homens e pelos homens: desde alterar a maneira como falam e escrevem até mudar as roupas que vestem. (Joanne Lipman).
    A sociedade deve desenvolver uma compreensão das relações entre homens e mulheres não somente por aspectos biológicos, mas como produto de padrões determinados social e culturalmente, e, portanto, passíveis de modificação. Cabe aqui realçar a importância de que a mulher adquira o controle sobre o seu desenvolvimento, devendo o governo e a sociedade criar condições e apoiá-la nesse processo. Adicione-se ainda a situação da mulher sob a perspectiva de direitos, o que implica reconhecer que a desigualdade entre homens e mulheres é uma questão de direitos humanos, e não apenas uma situação decorrente de problemas econômicos e sociais a serem superados. Adaptado de: Maria Luiza Ribeiro Viotti sobre a Declaração e Plataforma de Ação da IV Conferência Mundial Sobre a Mulher - Pequim, 1995

Vagas limitadas!

Inscreva-se já
Newsletter

Quer saber mais sobre nossos cursos?